*A Sonhadora

*pesquisar

 

*Setembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30

*Sonhos Recentes

* Novo Blog

* 20

* Contradições

* Fogueira

* AMO-TE N.M.B.R.!!!

* ???

* Cada vez mais perdida...

* Maybe Lost Maybe Found...

* Voa...

* Limão...

*Sonhos Meus

* Setembro 2006

* Agosto 2006

* Julho 2006

* Junho 2006

* Maio 2006

* Abril 2006

* Março 2006

* Fevereiro 2006

* Dezembro 2005

* Novembro 2005

* Outubro 2005

* Setembro 2005

* Agosto 2005

* Julho 2005

* Junho 2005

* Maio 2005

* Abril 2005

* Março 2005

*Tags

* todas as tags

*Favoritos

* ...

* ...

* QUEM SOU EU...

* ...

* Vagas Palavras - Mistério...

* (147) O tempo

* Mais uma tarde a repetir....

* Uma feliz recordação das ...

*as minhas fotos

blogs SAPO

*subscrever feeds

Quinta-feira, 24 de Agosto de 2006

20

Faltam 5 dias para fazer 20 anos... O que fiz eu nestes 20 anos? O que fiz eu nestes ultimos 2 anos? Quando fiz 18 sonhei todo um futuro para mim... Decidi coisas simples como tirar a carta, tirar um curso... Decidi não deixar ninguém entrar no meu coração se não fosse para valer, se não fosse para amar de verdade... De tudo isto e muito mais o que fiz eu? A carta está parada... Entrei num curso que sonhavam para mim para manter a imagem de menina certinha e aplicada... E tudo se desmoronou... Procurei não me apaixonar mais até que alguém entrou fundo no meu coração e na minha alma e me fez despertar uma paixão... A escrita... E escrevi, escrevi muito, tanto, demais... Escrevi dedicando cada pedacinho da minha alma a esta pessoa... Deixei aqui excertos das mil páginas que gastei escrevendo para alguém que nunca soube compreender que o meu amor era puro e verdadeiro... Para alguém que não soube ver que foi a pessoa mais importante do mundo para mim em muito tempo... Em um ano e tal de vida...

Olhando para trás vejo que não me arrependo de nada do que fiz, do que escrevi e provavelmente faria tudo igual mesmo sabendo a que fim este caminho se destinava... A um grande nada!

Hoje escrevo não para esta pessoa mas para mim... Escrevo para me encorajar a mim a lutar pelos meus sonhos... A tentar sem nunca desistir... Escrevo porque sinto que fui feliz estes dois anos mesmo sem ter feito nada do que estava planeado, por mim, pelos meus amigos, pela minha mãe... Acho que me saí bem nestes anos... Sou uma jovem saudavel, trabalhadorae com um grande amor para dar dentro de mim...

Acho que nesta proxima decada não vou mudar muito de novo... Talvez fique com umas rugas, alguma celulite extra (risos), mas cá dentro não vai mudar a menina que sonha com o amor e um principe encantado... Talvez já o tenha encontrado... Talvez não... Só o tempo o dirá...

Acho que não estou a fazer muito sentido para ninguém que me vá ler mas estou a dar a oportunidade à minha alma de deixar sair o tem vindo a prender durante algum tempo... A tristeza de um amor que não deu certo, a incerteza e o medo de uma reentrada no mundo academico, o cansaco provocado por um trabalho esgotante que, no entanto, é muito gratificante... Estes anos cresci mas mantive-me igual a mim mesma e percebi que não procurei satisfazer mais ninguém e que se alguém me amar ama pelo que eu sou e pelas minhas escolhas e não pela pessoa que querem que eu seja e eu não sou...

Não sei até que ponto vou continuar este cantinho... Acabou por ser um espaço inteiramente dedicado a alguém e acho que não faz sentido continuar a escrever aqui se não o fizer para essa pessoa...

Deixo este estaço em Hiatus ou fecho-o...?! Depende do destino... Só ele o dirá...

Apenas garanto que voltarei com outro cantinho e que depois aviso... Afinal a escrita e o bichinho da "caneta" nasceu e cresceu dentro de mim e tenho de estar constantemente a "dar à luz" aos meus "bébés"...

Com um belo "Até Já" (da minha TMN) me despeco por agora...

Beijinhos a todos da vossa Sonhadora na Lua!

Hoje estou : Nostalgica
música: Welcome Home - Brian Littrell
Tags:
Sábado, 5 de Agosto de 2006

Contradições

Podia te dizer tantas coisas bonitas... Não iriam passar de palavras... Escolhi dar-te o meu coração com tudo o que tem de bom para dar... Mas tu não o soubeste amar... E ele tem vindo a partir-se... E assim como uma porcelana que se parte se pode colar o meu coração também pode mas assim como a porcelana vai ficar sempre com as marcas... Também o meu coração tem as que tu lá deixaste... Há dias em que gostava de não te amar tanto assim, há dias em que fico feliz por sentir o que sinto... Tu fazes-me sentir um misto de contradições...

Por isso mesmo te deixo aqui mais um poema...

Contradições

O teu amor é um misto de maldição e benção,

um misto de perdição e salvação,

o teu amor é ir ao ceu e poder voar

e ao mesmo tempo cair no inferno e lá ficar,

o teu amor é um doce amargo que adoro

e que gulosamente como e me vicia,

o teu amor é conseguir rir enquanto choro

e me magoa e anima a cada dia...

O teu amor é de novo aprender a andar

sem apoios aprender a cair e levantar,

o teu amor é uma contradição constante

vinda desse "teu" sentimento tão inconstante...

Beijinhos a todos da vossa Sonhadora na Lua!

Hoje estou : Perdida
música: Who Knew-Pink

*Outros Sonhadores